Prazerices

As boas coisas da vida – das acessíveis às mais exclusivas.

Para o paladar

Ícone dos anos 60, Dinho´s de volta à Alameda Santos

Um dos mais tradicionais restaurantes de São Paulo, o Dinho’s está de volta à Alameda Santos, via paralela à Avenida Paulista onde fez história por seis décadas. A marca, responsável por inovações no cenário gastronômico como a criação do buffet de saladas e da picanha na brasa, nasceu nos anos 1960 pelas mãos do filho de imigrantes libaneses Fuad Zegaib – o Dinho, e logo tornou-se porto seguro para os amantes de cortes de carne e de seu seleto buffet. Em 2020, sob comando do restaurateur e chef Paulo Zegaib, filho do seu Fuad, mudou-se para uma travessa tranquila da rua Barão de Capanema, nos Jardins. Recentemente, o Dinho’s retornou à Alameda Santos, mas não mais no endereço outrora ocupado. Agora ele ocupa o mesmo espaço que já foi do concorrente Rubayat, no térreo do novo hotel Qoya, da Curio collection by Hilton.

Projetado pelo arquiteto Felipe Diniz, a nova casa do Dinho’s chama atenção pelo amplo salão com pé direito alto, pelas paredes de vidro voltadas ao jardim e pela luz natural.

Como nos “velhos tempos”, Dinho’s investe em seu farto buffet. Às segundas, terças, quintas-feiras e domingos, ganham destaque os grelhados e pratos quentes e frios (R$ 210). Às sextas-feiras há frutos do mar e crustáceos (R$310). Já às quartas e sábados é a vez da tradicional feijoada na hora do almoço (R$ 188). Já no menu à la carte, o Dinho´s continua a servir premiados cortes de carne nobre como o Bife de tira (R$ 198), o Bife Ancho (R$ 135) e o Bife de Chorizo (R$ 125), que combinam bem com o a Batata soufflé (R$ 62), o clássico Arroz biro-biro (R$ 33) e a Farofa de ovos (R$ 28), feita com farinha de mandioca com ovos mexidos na manteiga, ou uma das saladas.

Conheça o novo Dinho´s no vídeo abaixo:

Visitei o novo Dinho´s – vídeo Françoise Terzian

Serviço: Dinho´s, Alameda Santos, 86, térreo, SP. Abre diariamente para almoço e jantar (com exceção de domingo que fecha à noite).