Prazerices

As boas coisas da vida – das acessíveis às mais exclusivas.

Para a casaSaúde

Com panelas dos sonhos, americana Royal Prestige mira o Brasil

O nome Royal Prestige (ainda) passa longe dos ouvidos e das cozinhas da maioria dos brasileiros. Esse cenário, no entanto, deve mudar nos próximos anos no que depender da marca premium de utensílios de cozinha nascida nos Estados Unidos. Com materiais de alto padrão e produção concentrada entre a Itália e o Peru, a Royal Prestige tem hoje no Brasil a frigideira de 26 cms de aço cirúrgico como seu produto best-seller.

Posicionada como a 24ª maior companhia de venda direta do mundo, segundo a Direct Selling News, a Hy Cite Enterprise (detentora da marca Royal Prestige) subiu sete posições na lista desde 2022 e já iniciou este ano com bom desempenho – crescimento de 95,5% no faturamento do primeiro trimestre de 2023, um aumento de R$ 5 milhões em comparação ao mesmo período do ano passado.

No Brasil, a Royal Prestige tem expandido sua operação, o número de funcionários e apostado em estratégias como o patrocínio master do MasterChef. O investimento no programa foi de R$ 5,1 milhões, o que equivale a 72% do orçamento de marketing da marca para 2023. “Queremos colocar o Brasil entre os três maiores mercados da Royal Prestige (hoje vendida em oito países)”, afirma Cinthia Oliveira, gerente sênior de marketing da Royal Prestige no Brasil.

A Royal Prestige é uma marca premium de utensílios de cozinha da Hy Cite Enterprises, sediada em Madison, Wisconsin, nos EUA, há mais de 60 anos. A multinacional possui mais de 10 mil distribuidores em países como EUA, Canadá, México, Argentina, Colômbia e Equador. No Brasil, conta com mais de 80 produtos em seu portfólio, ofertados somente por venda direta feita por 250 distribuidores (microempreendedores). A marca, vale contar, conta com um sistema de financiamento próprio para facilitar a aquisição dos produtos pelo consumidor final.

AÇO CIRÚRGICO

Segundo a Royal Prestige, panelas e frigideiras confeccionadas com aço cirúrgico são mais resistentes, não deixam um gosto metálico na comida e não afetam negativamente o sabor dos alimentos.

De acordo com a nutricionista, Kárita Lima, da Clínica Midsoul, itens feitos com esse material são atóxicos. “Eles unem a tecnologia de retenção dos nutrientes e a rapidez e praticidade do cozimento”, comenta.

Diferentemente das tradicionais, em alguns preparos, não é necessário adicionar muito ou, até mesmo, nenhuma quantidade de gordura ou água. Seu sistema interno contribui para conservar parte dos nutrientes, mantendo o real sabor dos alimentos e evitando a interferência entre os gostos.

“É possível cozinhar em uma mesma panela peitos de frango, cenouras, batatas e até um ovo inteiro sem a adição de água ou gordura, e os sabores não se misturam. Assim podemos degustar qual o verdadeiro sabor de cada alimento como nunca antes.”, conta Felipe Bastos, chef e coordenador de Produtos da Royal Prestige. Ele ainda destaca que dessa maneira é possível até mesmo diminuir o consumo de sal no dia a dia. “Muitas vezes temperamos os pratos mais do que deveríamos para poder ressaltar o sabor. Com as panelas de aço cirúrgico, isso não é necessário.”, explica.