Petiscos que você precisa experimentar no Comida di Buteco

Butecar, com U mesmo, poderia ser um verbo, dada a paixão do brasileiro pelo hábito de parar em um boteco, pedir uma gelada, petiscar alguma criação da casa e passar horas a fio papeando. Se a palavra não aparece no dicionário, ela ao menos conquistou um lugar cativo no calendário anual de diversas cidades do país. De 14 de abril a 14 de maio, acontece o concurso Comida di Buteco, que deve levar quase 5 milhões de apaixonados por “butecos” às urnas dos mais de 500 concorrentes de 20 cidades para eleger o “Melhor Buteco do Brasil”.

Só participam os botecos nos quais os donos encontram-se à frente do negócio. Ou seja: não entram redes ou franquias, uma vez que a casa precisa ter a identidade do proprietário. Para estimular a pesquisa da cultura gastronômica, a criatividade e a pluralidade no uso de recursos por parte dos botecos, o concurso escolhe temas anuais para a criação dos petiscos exclusivos.

Na edição de 2017, a temática é “cereal”, escolhido por encontrar-se no topo da cadeia alimentar do brasileiro e de estar presente de norte a sul do país. Arroz, aveia, cevada, linhaça, milho, quinoa e trigo são os preferidos da população.

Em 2017, pelo segundo ano consecutivo, os petiscos terão o preço máximo de R$ 25,90, desafiando os botecos a serem criativos e acessíveis. Uma estratégia para eles não perderem uma de suas características mais importantes: serem democráticos.

CARAVANA PRAZERICES

A convite do Comida di Buteco, Prazerices visitou, na companhia de seus 11 convidados, três dos 59 bares participantes do concurso na capital paulista. Os locais selecionados foram uma surpresa até a hora em que a van desembarcou na porta de cada endereço. Nossa caravana saiu na noite de 24 de abril e permaneceu por 4h30 nos três bares.

Caravana Prazerices com 12 pessoas visita 3 bares do Comida di Buteco

Abaixo, 0 nosso roteiro:

Primeira parada: Tiro Liro

Petisco concorrente: “Murrinho de Bacalhau” (R$ 25)

Lascas de bacalhau com farofa de milho, cebolas caramelizadas e batata ao murro com emulsão de azeite e alho.

Murrinho de Bacalhau, do Bar Tiro Liro, na Pompéia (SP)

Veredicto da Caravana Prazerices: A ideia, execução e apresentação do petisco surpreenderam. De cara, o grupo gostou da escolha do bacalhau como um dos ingredientes do petisco, ainda mais em um formato além do tradicional bolinho de bacalhau. Na hora de experimentar, o grupo se dividiu em dois: os que amaram e os que gostaram com uma restrição. O segundo time observou que a farofa estava um pouco seca, o que demandou um pequeno banho de azeite de oliva por cima para deixá-la um pouco mais úmida.

Endereço: Rua Cotoxó, 1185 ,Vila Pompéia, SP, 11-3868-3551. De segunda a sexta, das 17hà 00h00. Sábado das 11h30 às 18h00.

Segunda parada: Petiskin do Bob

Petisco concorrente: “A Lula que Sabia Demais” (R$ 22,50)

Lula recheada com cuscuz marroquino e camarão, salteada no refogado de alho e tomate.

A Lula que Sabia Demais, do Petiskin do Bob, especializado em frutos do mar, na Pompéia (SP)

Veredicto da Caravana Prazerices: De cara surpreendeu por sua originalidade. A receita, impensável pela maioria do grupo, agradou bastante. O ponto da lula estava bom, o recheio de cuscuz combinou bem com a proposta e o molho fechou com chave de ouro. De forma geral, todos elogiaram e ainda avaliaram como ‘sofisticado’ o petisco de nome divertido, ainda mais em tempos de Lava Jato.

Endereço: Rua Doutor Miranda de Azevedo, 658, Vila Pompéia, SP, 11-2924-4002. De sgunda a sexta, das 18h às 23h | Sábado e domingo das 11h às 21h.

Terceira parada: Lins Sushi Buteco Oriental

Petisco concorrente: Porc Croc (“Porquinho Crocante”), R$ 25,90

Linguiça toscana envolta num anel de cebola e empanada com farinha panco e Doritos, recheada com queijo e manjericão e servida com molho à base de cerveja e dois tipos de queijos.

Porc Croc, do Lins Sushi Buteco Oriental

Veredicto da Caravana Prazerices: Depois de dois concorrentes de peso, a terceira casa naturalmente poderia sair em desvantagem. Afinal, após ótimos petiscos, a superação tendia a ser difícil. Para surpresa de todos, cerca de 90% dos participantes da caravana soltaram suspiros, lamberam os beiços e limparam os dedos na calça tamanho sabor do petisco. Muitos repetiram. Opinião final: saborosa, crocante e a autêntica comida di buteco. O Porc Croc foi considerado invencível pela maioria.

Endereço: Praça Olavo Bilac, 99, Campos Elíseos, SP, 11-2359-5742. De segunda a sábado, das 12h às 23h.

COMO TUDO COMEÇOU…

O concurso Comida di Buteco foi criado em 2000, com o objetivo de resgatar e valorizar a culinária de raiz e os butecos espontâneos/tradicionais. Com a missão de transformar vidas através da cozinha de raiz, ele completa, em 2017, 18 edições. Durante um mês, os butecos participantes e criadores de petiscos exclusivos para o período passam pelo crivo do público e de um corpo de jurados. Cada concorrente é avaliado em 4 categorias (petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida).

O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%. Em junho, uma comissão de jurados escolhida para essa missão visita os 20 campeões de cada cidade para eleger o melhor dos melhores. É como se agora o Comida di Buteco tivesse duas etapas: eleição do melhor da cidade, envolvendo público e jurados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas