De Maria Callas a Pavarotti, Alla Scala completa 238 anos de história

É dia de festa em Milão. O Teatro Alla Scala, uma das maiores casas de óperas do mundo, completa 238 anos de história. Construído por ordem da imperatriz Maria Teresa da Áustria, em substituição ao Teatro Regio Ducale, destruído por um incêndio, o Alla Scala carrega um estilo neoclássico assinado pelo arquiteto Giuseppe Piermarini.

Em 3 de agosto de 1778, ele estreou com a opera L´Europa Riconosciuta, de Antonio Salieri. Seu repertório evoluiu com o tempo. Das óperas cômicas napolitanas, o teatro conquistou o status de “centro do melodrama italiano” com o advento das composições do italiano Gioachino Antonio Rossini, no início do século 19.

Em 1943, um bombardeio atingiu o Alla Scala, que felizmente foi reaberto três anos depois.

Pavarotti dirigindo uma Maseratti na frente do Alla Sacala, em Milão
Pavarotti dirigindo uma Maserati na frente do Alla Sacala, em Milão. O tenor atuava como “embaixador” da marca

Os maiores regentes e intérpretes da história se apresentaram por lá. Do maestro e compositor alemão Wilhelm Furtwangler, que foi titular da Orquestra Filarmônica de Berlim durante o nazismo (mostra a história que ele jamais aprovou as atitudes dos nazistas) ao compositor, pianista e maestro grego Dimitri Mitropoulos.

Várias vozes alçaram o Alla Scala à imortalidade, como a diva Maria Callas, que se apresentou diversas vezes na casa de óperas. Uma delas, em 1957, como protagonista da ópera Anna Bolena, de Gaetano Donizetti. E, claro, sem falar de Luciano Pavarotti. Diversos vídeos na internet mostram o tenor sendo aplaudido de pé, por cerca de 15 minutos.

Maria Callas, uma das grandes divas que soltou a voz no Alla Scala
Maria Callas, uma das grandes divas que soltou a voz no Alla Scala por diversas vezes

Uma vez em Milão, capital da Lombardia, vá visitar o Alla Scala. Se não for possível assistir a uma ópera ou espetáculo de balé, pelo menos faça uma visita guiada às instalações. Elas geralmente têm início às 9h da manhã, sempre de segunda a sábado. Os ingressos podem ser adquiridos pelo site do Teatro Alla Sacala ou na bilheteria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas