Perfume Cajueiro, a criação olfativa da Phebo com a Isolda

O cajueiro é uma árvore nativa do nordeste brasileiro que tem seu uso muito associado às áreas alimentícia e medicinal. Seu formato e sabor, não é de hoje, inspiraram pintores, escritores e cozinheiros. E, agora, uma grife brasileira de moda feminina e uma marca quase centenária de sabonetes e perfumes resolvem se unir em torno desta árvore que habita o imaginário popular. Para ressaltar a brasilidade, a Isolda e a Perfumaria Phebo acabam de lançar o Perfume Cajueiro.

Fiéis às raízes brasileiras, as marcas desenharam uma fragrância que transmitisse as cores, os sabores e a exuberância brasileira. A riqueza da flora e dos frutos é representada pelo caju, protagonista do perfume e das estampas da Isolda. “Foi um filho que nasceu após dois anos de desenvolvimento. É a concretização de um sonho. O perfume é quase que o toque final do processo de vestir”, observa Juju Affonso Ferreira, co-diretora criativa da Isolda.

perfume cajueiro
O Perfume Cajueiro é um floral cítrico frutado – fotos: Cinemotion.

Os acordes frescos – e também originais – da fragrância exploram a feminilidade da mulher moderna. Ao mesmo tempo, visam transportar, a cada borrifada, a uma viagem olfativa e afetiva, característica das fragrâncias de Phebo. “O caju foi o ponto de partida para o desenvolvimento do Perfume Cajueiro, que explora o lado tropical brasileiro. A fragrância tem uma delicadeza e feminilidade – marcadas pelas notas florais de Flor de Laranjeira, Frésia e Rosa – que representam bem a sofisticação da Phebo e da Isolda”, conta Sissi Freeman, diretora de marketing da Perfumaria Phebo.

perfume cajueiro
As sócias da Isolda, Maya Pope (esq.) e Juju Affonso

Ao mesmo tempo em que o Perfume Cajueiro é uma fragrância frutada, ela é fresca. Esse detalhe, explica Sissi, permite a sua utilização durante o dia ou noite, tanto no verão quanto no inverno.

Recém-lançado, o perfume traz em sua embalagem uma estampa exclusiva também presente na coleção do verão 2019 da Isolda, batizada de Amazônia. E o caju, não por acaso, está sempre presente nas coleções da marca. Ele sempre aparece, seja em um tecido, seja no botão. E isso não acontece por acaso.

perfume cajueiro
Juju Affonso, da Isolda, e a infância em Salvador, onde era comum cruzar com pés de cajueiro – foto Françoise Terzian

As duas mulheres por trás da Isolda cresceram em Salvador (BA), onde sempre cruzaram com um pé de caju e carregam consigo memórias olfativas e afetivas da fruta e, claro, do cajueiro. “Foi a partir dessas ideias que desenvolvemos a estampa para a fragrância do Cajueiro”, conta Maya Pope, co-diretora criativa da Isolda.

Perfume Cajueiro
Perfume Cajueiro com estampa

MERGULHO NA FRAGRÂNCIA

Criação olfativa original e bastante agradável – foto Françoise Terzian

O Perfume Cajueiro traz a suculência do caju aliado ao frescor do óleo natural da bergamota. O corpo envolto por um buquê floral traz um toque delicado à fragrância. Com as notas de fundo, o resultado é de uma fragrância original e alegre, que transmite a essência brasileira.

O Cajueiro é fabricado com álcool extra neutro, que é mais puro e não interfere na fragrância. Ele passa pelo processo de maceração, que garante maior intensidade das notas olfativas e qualidade superior ao perfume.

Descrição olfativa: Floral Cítrico Frutado

Notas de topo: caju, bergamota e maçã

Notas de corpo: flor de laranjeira, frésia e rosa

Notas de fundo: âmbar, musk e cumarina

—————————————————–

SERVIÇO: Perfume Cajueiro R$ 180 (100 ml).

SAC 0800 940 6730, www.phebo.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas