Hotel Toriba, um pedaço do paraíso no alto de Campos do Jordão

Hospedar-se no Hotel Toriba, um dos ícones de Campos do Jordão (SP), é como mergulhar nas páginas do romance Floradas na Serra, escrito por Dinah Silveira Queiroz e lançado em 1939. A obra que conta a história de Lucília, uma jovem com tuberculose que vai se tratar em um dos sanatórios da hoje conhecida “Suíça Brasileira”, vai muito além do lado melancólico da vida. O livro, na verdade, tem como pano de fundo a bela Campos do Jordão, a cidade de ar puro, vista deslumbrante e um recanto cercado por pinheiros, araucárias, hortênsias, esquilos, pássaros e uma beleza quase poética.

Uma das vistas a partir do Toriba, no alto de Campos do Jordão

Em 1954, Floradas na Serra ganhou uma adaptação para o cinema. E os jardins do Hotel Toriba serviram como cenário perfeito para rodar parte importante do romance vivido na tela por Cacilda Becker e Jardel Filho nesse clássico da indústria cinematográfica nacional. Foi assim que o alto da Serra da Mantiqueira, por meio do Toriba, apaixonou o Brasil.

Vista do alto do Toriba, fundado em 1943

Instalado a 1.850 metros sobre o nível do mar, o Toriba é um dos hotéis de maior altitude do país – senão o maior. Fundado em 1943, ele ocupa uma área de 328 mil metros quadrados e localiza-se na linha divisória entre a serra e o planalto, em um terreno com vista de tirar o fôlego e em meio a uma abundância de vegetais e animais silvestres.

A piscina do Toriba com as araucárias de fundo

O projeto do hotel foi executado em 1941 pelo Escritório Técnico Ramos de Azevedo, Severo e Villares. As pedras utilizadas na estrutura do prédio foram retiradas do próprio local, assim como a madeira de revestimento do forro e de algumas paredes. O fundador Ernesto Diederichsen ordenou que se projetasse uma varanda bem longa que lembrasse um convés de navio. Já o outro fundador, Luiz Dumont Villares, viveu intensamente a construção desse que era o seu sonho. Quase todos os sábados, depois do expediente na empresa onde trabalhava, subia a serra para acompanhar a evolução das obras.

Um dos salões do Toriba, esse dedicado ao café da manhã

Dado o ano de sua abertura, o Hotel Toriba recebe hoje a terceira geração de muitas famílias frequentadoras assíduas de sua hospitalidade. Muito além do centrinho agitado de Capivari, o Toriba surge como a pintura perfeita para quem ama longas caminhadas, cavalgadas desapressadas, banhos de cachoeira, alpinismo, trilhas de bicicleta ou simplesmente uma espreguiçadeira (mas também pode ser uma jacuzzi) com vista para a montanha e uma das melhores gastronomias de toda Serra da Mantiqueira.

Um dos 11 afrescos do pintor italiano Fulvio Pennacchi pelas paredes do hotel

NOME VEM DO TUPI-GUARANI

Toriba, em tupi-guarani, significa paz, alegria e felicidade. Pelo cenário em que o hotel está inserido, dá para entender a razão do nome. No prédio principal, o Toriba oferece leitos divididos entre quartos, suítes, o obrigatório Restaurante Pennacchi (leia mais abaixo), bar, salão de café e de chá com ampla vista panorâmica, sala de leitura, sala de lareira, salão de jogos e o exclusivo escorregador de madeira – voltado para as crianças, mas os adultos também têm seu momento de traquinagem por lá.

PRAZERICES frequentou o hotel na infância e esse escorregador era o destino predileto das idas ao Toriba. Retornamos, 30 anos demais, para um final de semana de paz interior, caminhada, lindas lembranças e uma gastronomia de primeira.

Um dos chalés espalhados pelo complexo do Toriba

Para as famílias maiores, vale a pena reservar um dos charmosos chalés inseridos no mesmo terreno e cercados de verde. Compensa muito conhecer também o intimista Toribinha – o segundo restaurante do hotel especializado em drinks e fondue. Perfeito para noites mais românticas.

Uma das áreas do Spa by L´Occitane, com uma série de massagens para o rosto e corpo

Sobre as atividades ao ar-livre, destaque para a piscina, a quadra de tênis, o Spa by L´Occitane com tratamentos revigorantes e uma vista de tirar o fôlego. Recomendo a massagem relaxante que combina toques delicados (se preferir, peça com mais pressão) e os sedutores aromas da marca da Provença.

Para respirar ar puro, não deixe de visitar a enorme área verde do hotel, exclusiva para os hóspedes e recheada de trilhas e cachoeiras, esquilos e aves divertidas.

GASTRONOMIA-ARTE NO RESTAURANTE PENNACCHI

Come-se muito bem na cidade considerada a maior estância climática do país. E a cozinha do Hotel Toriba é um dos destaques de Campos do Jordão. Uma vez na cidade, hospedado ou não no hotel, vale muito a pena visitar o Restaurante Pennacchi, que leva esse nome por conta dos 11 afrescos que somam 60 metros lineares de pinturas assinadas pelo pintor italiano Fulvio Pennacchi, em diferentes salões do hotel.

No restaurante que leva seu nome, claro, algumas das delicadas pinturas. Para acompanhar, um cardápio farto e bem elaborado. E uma notícia bacana: o hotel tem uma horta orgânica, de onde parte dos vegetais servidos diariamente é cultivada no local, sem agrotóxicos. PRAZERICES experimentou alguns dos pratos durante uma estadia no final de semana de dezembro e destaca a entrada Caprese (R$ 27), que leva mussarela de búfala, tomate, rapas de limão siciliano, molho pesto e pedaços torrados e crocantes de amêndoas.

Deliciosa Caprese do Restaurante Pennacchi. Raspas de limão siciliano e amêndoas crocantes

Como prato principal, o restaurante oferece peixes, carnes e massas, com uma seleção que atiça até os donos de paladares mais apurados. Surpreendeu muito o Namorado em crosta de amêndoas com purê trufado (R$ 60). Ele chega à mesa em montagem atraente e em tamanho farto. A cada garfada, um sabor maravilhoso. Pedaços graúdos de um peixe bom e fresco cobertos por muitas amêndoas e um purê trufado regado a coulis de ervas fazem a harmonização.

Namorado em crosta de amêndoas acompanhado de purê trufado

Vale a pena ainda saborear as elegantes sobremesas do Pennacchi. De todas, destaco duas obrigatórias e difíceis de encontrar em qualquer outro restaurante do Brasil. A primeira é o crème brûlée abarrotado de mirtilos (R$ 22), que devorei e considerei farto e muito saboroso. A ideia de incluir a frutinha foi grandiosa e inesquecível. Espero que outros restaurantes sigam esse caminho.

Crème brûlée com mirtilos, sobremesa irresistível do Restaurante Pennacchi

A segunda dica é o Zabaglione com Amêndoas Torradas (R$ 16), uma das joias da confeitaria italiana que leva gema, açúcar, vinho siciliano Marsala e afeto. No caso do Pennacchi, a sobremesa pode ser definida como “uma experiência”, uma vez que a sobremesa ficou singular. Peça, pois dificilmente você encontrará outra casa que sirva essa doce iguaria.

Creme zabaione com amêndoas torradas, um doce singular

CARNAVAL 2017 NO TORIBA

A agitação de Carnaval acontece no próximo mês, mas o Hotel Toriba, em Campos do Jordão, já preparou programas especiais de hospedagem durante os dias de folia com opções de atividades para toda família. Para as crianças, está previsto baile de carnaval e passaporte para o Tarundu, maior centro de lazer de Campos do Jordão.

Para os adultos, tem trilhas com diversos níveis de dificuldade em meio à mata nativa dentro da imensa área verde do hotel; pedalada no asfalto, com vários roteiros e paisagens maravilhosas e diferentes inclinações, além de passeios de bicicleta. Tem ainda massagens e tratamentos no SPA Toriba by L’Occitane, Friday Jazz no Toribinha Bar & Fondue, Chá da Tarde  e Happy Hour ao som de Piano e muito mais.

São duas opções de programas para hospedagem: 4 noites de 24 a 28/02, sexta à terça-feira ou de 25/02 a 01/03, sábado à quarta-feira. Os pacotes custam a partir de R$ 6.810,00 o casal café da manhã. Crianças até 2 anos têm cortesia, de 3 a 7 anos: 10% de desconto, de 8 a 11 anos: 20% e acima de 12 anos: 30%.

WORKSHOP DE FOTOGRAFIA

De 17 a 21 de março, os apaixonados por fotografia e amantes da natureza poderão participar do workshop “Fotografia de Viagem”, com o fotógrafo, jornalista e documentarista Haroldo Castro. Todos os detalhes aqui.

HOTEL TORIBA – Avenida Ernesto Ddiederichsen, 2962, Campos do Jordão. Telefone: 0800 178 179 ou (012) 3668-5000. Reservas e dúvidas pelo contato@toriba.com.br.

 

2 comentários em “Hotel Toriba, um pedaço do paraíso no alto de Campos do Jordão

  • 22 outubro, 2018 em 17:35
    Permalink

    Sou fan antigo do9 hotel Tori8ba, Meu irmão, com esposa, virá dos EUA e ficará no hotel em novembro, durante a semana

    Resposta
    • 22 outubro, 2018 em 17:55
      Permalink

      Com certeza será uma experiência única. Ele vai aproveitar bastante! Recomendo ainda que eles visitem o Amantikir, um belo parque privado a uns 10 minutos do Toriba. Abs,

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas