Compras no exterior? Vá de Kenzo para H&M

Compras no exterior? Um total de 250 lojas da rede sueca H&M de diferentes partes do mundo, fora o e-commerce, começaram a vender ontem as peças desenhadas pela maison francesa Kenzo para a fast-fashion. Fundada nos anos 70 pelo estilista japonês Kenzo Takada, a grife pertence à LVMH. Por trafegar no universo do luxo, essa é a chance de ter um Kenzo a preço de modinha.

Kenzo para H&M
O frescor da nova coleção Kenzo para H&M

Com a temática Jungle, o que remete a muitas peças em animal print (sim, quando o conceito parecia ter se esgotado, a grife dá uma reavivada nele), as coloridas peças custam entre 9,99 euros a 399 euros. Pelos desenhos e preços, Prazerices recomenda que entrem em sua lista de compras no exterior. Mas, corra, uma vez que muitas unidades da H&M já se encontram com fila nas portas.

Mais das peças, lançadas em edição limtada pela H&M
Mais das peças, lançadas em edição limitada pela H&M

Os looks, tanto femininos quanto masculinos, são descontraídos e, na grande maioria, bem coloridos. Muitos trazem o tigre estampado como referência. Há, claro, quimonos hipercoloridos e modernos que remetem ao início da carreira de Kenzo, ainda muito apegado aos costumes do Japão.

img_20161104_103142
Do vestido mais caro da coleção, no topo, à esquerda, ao chinelo com a cara da maison

A H&M transformou-se em um case de sucesso entre as fast-fashions ao costurar, em 2004, parcerias com etiquetas de luxo desejadas como Balmain, Versace, Isabel Marant, Alexander Wang e as sempre cobiçadas criações de Karl Lagerfeld.

Detalhe para o corte e a estampa
Detalhe para o corte e a estampa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas